PIRAÍBA
Nome científico: Brachyplathystoma Filamentosum

Dentro do mundo da pesca, a esportividade da Piraíba, ao mesmo tempo merece condição de destaque! No Brasil, é encontrado na Bacia Amazônica e na Bacia Araguaia-Tocantins, sendo que as regiões do Araguaia e do Rio Negro, são consideradas como os melhores pesqueiros, onde sua pesca acontece durante o ano inteiro.

Piraíba (Brachyplathystoma filamentosum).


Características
: Maior bagre de nossas águas é carnívoro e voraz se alimentando de peixes inteiros, como os peixes de couro pacu-peba, traíra, matrinxã, cascudo, cachorra, piranha. As literaturas existentes mencionam tamanhos de até três metros e um peso de 300 kg. Apresenta o dorso cinza oliva, ora mais, ora menos escuro, sendo o seu ventre bastante claro, próximo ao branco. O corpo é robusto e de grande porte com seis barbilhões sensitivos na região anterior da cabeça. A boca é ampla e quase terminal. Os seus olhos, comparados ao corpo, são bem pequenos. A sua cabeça, apesar de larga, ao contrário dos pintados, não chega a ser muito comprida.

Dica para pescá-lo: habita as águas correntes e segue o ciclo da piracema, ocorrendo em lugares profundos, poços ou remansos, saídas de corredeiras e confluência dos grandes rios. Os espécimes acima de 25 kg permanecem na calha dos rios e não entram na floresta inundada ou nos lagos das várzeas. A sua captura é um verdadeiro desafio, pois com o seu tamanho e peso descomunal não há pescador que, uma vez tendo fisgado esse peixe, não tenha que passar um bom tempo até conseguir tirá-lo da água. Para pescá-la é necessário usar material pesado, com anzol de 9/0 a 10/0, pois normalmente não há espaços suficientemente limpos para se lutar com ela e um indivíduo de porte médio (cerca de 100 a 150 kg) pode exigir várias horas de briga até se cansar. Iscas recomendadas são peixes vivos da respectiva região.
+55 (11) 2567-6801
+55 (11) 99945-7300
+55 (11) 99716-2352
Ou entre em contato via: amazonsportfishing E-MAIL: reservas@asf.tur.br